Atendimento Telefônico

Loja: (34) 3316-0188 7h às 17h

Consultório: (34) 3316-0042 8h às 11h e 13h15 às 18h

  • Probiótico para Flora Intestinal - 60 Cápsulas

Probiótico para Flora Intestinal - 60 Cápsulas

  • Modelo: 60
  • Situação: Disponivel
  • R$ 99,00


1.Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado. 

2.Imagens meramente ilustrativas. 

3.Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem utilizar o produto. 

4.Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o fitoterapeuta. 

5.Não use o produto com o prazo de validade vencido. 

6.Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o produto se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem. 

7.Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. 

8.Este produto não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação de um fitoterapeuta. 

9.Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta. 

10.Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação do fitoterapeuta. 

11.O uso do produto durante o período de amamentação também não é recomendado. 

12."SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O TERAPEUTA DEVERÁ SER CONSULTADO".

AVISO IMPORTANTE!

Por se tratar de Produtos Naturais os resultados podem variar de indivíduo para indivíduo, sendo gradativo para uns e mais rápido para outros. Portanto, o terapeuta Ivandélio Sanctus não aconselha que interrompa nenhum outro tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Procure sempre uma orientação de profissionais qualificados!


Composição:

Lactb. acidophillus

Lact. Paracasei

Bifidumbacterium Breve

Enterococcus faecium

Lactob. Johnsonii

Fos

2Bi UFC - 150 mg cap.



Quando é necessário tomar probióticos?

A suplementação com probióticos cada vez é mais falada e com razão já que há situações em que é indispensável.

Sabe-se que a nossa saúde não pode ser dissociada da flora intestinal, uma vez que é um determinante importante de estados de saúde e doença. Investigações recentes mostram que até na obesidade a flora pode ter um papel preponderante.

A melhor forma de ter a certeza é fazendo uma análise às fezes que determine o tipo de microrganismos que habitam o seu intestino. Desta forma poderá ser verificado se existe disbiose - desequilíbrio dos microrganismos que habitam o seu intestino. Avalia-se a flora residente (bactérias), flora passageira (bactérias), fungos, parasitas, vírus e leveduras como a candida albicans (esta não existe só a nível vaginal).

Após a verificação dos resultados seria possível de forma concreta prescrever um suplemento probiótico que, na presença de disbiose deve ser tomado no mínimo 6 meses.

 

Candida albicans – pode estar em excesso e nem desconfia

 

A levedura Candida Albicans é um microrganismo componente da nossa flora intestinal, mas potencialmente muito perigoso se proliferar para quantidades não habituais.

Pode produzir substâncias que podem ter grande toxicidade alterando e perturbando o funcionamento global do organismo. É comum em casos de doenças inflamatórias intestinais (colite ulcerosa, doença de Chron), síndrome de cólon irritável, depressão recorrente, fadiga crónica e doenças do espectro do autismo.

Cansaço extremo pode ser sinônimo de existência de cândida. A única forma de a detectar é através de análises das fezes. O tratamento passa por medicação anti-fúngica, probióticos e cuidados alimentares.

 

Se não fez nenhum teste para avaliar concretamente a sua flora intestinal, há algumas situações em que se justifica a utilização de probióticos.

 

Obstipação

 

Se o seu intestino não funciona bem e não melhora quando bebe mais água, faz mais exercício e tem uma alimentação mais saudável, então experimente tomar probióticos. A sua flora intestinal pode estar a precisar de ser repovoada. Escolha um probiótico com uma boa percentagem de bifidobactérias.

 

Diarreia

 

No caso de uma diarreia persistente, o melhor é consultar um médico. Se tem diarreia aguda, saiba que as leveduras Saccharomyces boulardii e as bactérias Lactobacillus acidophilus são as mais indicadas para este caso. Tome ao longo do dia duas vezes uma dose de cada um destes probióticos. Mantenha a toma durante uma ou duas semanas.

  

Mal-estar intestinal não específico

 

Se simplesmente o seu funcionamento intestinal é irregular, tem flatulência com frequência e o seu estômago está muitas vezes inchado com gás, um probiótico pode ajudar. Melhorará o seu processo digestivo, repovoando a sua flora com microrganismos que produzem menos gases.

 

Antibióticos

 

Se tomou antibióticos de largo espectro por algum motivo, saiba que deve repor a sua flora intestinal já que provavelmente esta será afetada com a medicação. As floras da pele e da orofaringe são facilmente repovoadas de microrganismos uma vez que estão permanentemente em livre contacto com o meio ambiente exterior. O mesmo não acontece com a flora vaginal e a flora intestinal. Se tomou antibióticos deve repovoar a sua flora intestinal com probióticos. Para o reequilíbrio da flora intestinal pode necessitar de 6 meses de suplementação.

 

Doenças intestinais

 

Normalmente casos de doenças intestinais beneficiam da toma de probióticos. O mais prudente será fazer primeiro uma avaliação da sua flora intestinal antes de iniciar a suplementação.

 

Se o seu intestino e digestão funcionam muito bem e não tem nenhuma doença intestinal, imunológica, inflamatória, provavelmente não precisa de probióticos.

 

Se vai tomar probióticos, faça-o junto com a refeição e escolha probióticos de qualidade já que as bactérias têm de conseguir sobreviver até chegar ao seu intestino para cumprir a sua função.

Especificações Gerais
Conteúdo Frasco com 60 cápsulas
Modo de Usar Tomar 01 cápsula antes do almoço e 01 cápsula antes do jantar
Validade 6 meses

Escrever Comentário

Por favor faça seu Login ou Cadastre-se para faze um comentário.


Tags: Probioticos, complexo, flora intestinal, flora passageira, fezes, disbiose, intestino, candida, fungos, parasitas, vírus, leveduras, candida albicans, microrganismo, cólon irritado, doenças inflamatórias, fadiga crônica, depressão recorrente, cansaço extremo, cuidados alimentares, diarreia, flatulência, gases, antibióticos, flora vaginal, imunológica,